quarta-feira, 30 de junho de 2010

Arquitetura na floresta



Essa é a Hightec Hideaway Tree House.
Quem não queria ter uma casa na árvore? 
 Fotos Blue Forest

Se você precisa fugir um pouco do barulho e não quer perder o conforto essa é  a casa na arvore que você precisa. A pequena construção atende o essencial com uma pequena cozinha e  banheiro; é uma "quitinete de madeira" sem perder o charme, é super equipada com tecnologia high tech, sua tv, som e jogos de ultima geração podem ser curtidos nesse lugar que parece encantado. Imagino que esse espaço seria a extensão da nossa casa, um lugar para meditar, curtir um som ou bater um papo com os amigos.

Esse modelo foi construído em Athenas na Grécia em março de 2007 pela Blue Forest que é líder mundial na concepção e construção sustentável em madeira e trabalha também para a indústria hoteleira e de lazer. Para conhecer um pouco mais é só clicar no link.

Aqui mais sobre casas ecologicas

terça-feira, 29 de junho de 2010

A casa de André Piva


"O imóvel de 450 metros quadrados tem só sete portas. No andar ao nível da rua ficam a sala, a cozinha e a varanda. O pé-direito de 6 metros permitiu a construção de um mezanino, onde ele criou uma biblioteca e um home theater. O andar de baixo é um enorme quarto, com escritório e banheiro, sempre tendo a paisagem como protagonista"




"A maior concorrente do arquiteto André Piva, no caso da construção que ele ergueu numa encosta da Fonte da Saudade, é a própria vista que se tem de lá. É freqüente o visitante ir direto para a varanda e ficar extasiado diante da Lagoa, do Cristo, do Dois Irmãos e da Pedra da Gávea. "Só depois, aos poucos, vai percebendo a casa. Não dá para competir "
Em entrevista a Revista Veja

A casa do Arquiteto André Piva está em um terreno bem localizado e com um porém, declive de 45 graus e com isso ele precisou fazer algumas adaptações que transformaram um em quatro andares, mas como ele foi seu próprio cliente e como ele mesmo conta, decorador, construtor e arquiteto, foi mais que uma realização, essa casa foi terminada há 10 anos e ele não sonha em sair de lá por nada. Tudo foi pensado com cuidado e ele sofreu com o fato de não ter ninguém para aprovar nada e com isso toda essa fase de projeto e execução demorou um pouco além do normal. "Nenhum cliente permitiria isso" conta Piva, que sabia o que queria, mas também teve alguns medos, mas não desistiu, a decoração foi feita com muito esmero e pode-se considerar como uma obra de arte, cadeiras de Mies van der Rohe, Charles Mackintosh , Frank Gehry, Sérgio Rodrigues entre outros. Quadros de Nelson Leirner, conjunto de fotografias de Mário Cravo Neto. Um apartamento que é uma galeria de arte literalmente.


Toda a reportagem na integra aqui e aqui.
Fotografias de Ana Paula Carvalho.

Site com os projetos do arquiteto em www.andrepiva.com

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Iluminado



Quanto maior o vão, maior será a entrada de luz e também de economia e a antiga formula da utilização de móveis e paredes em tons claros ajudam refletindo essa claridade independente do ambiente ser grande ou pequeno. Claro que para quem prefere um pouco mais de privacidade o uso de painéis ou cortinas é o ideal; para quem não conhece as do tipo silhouette são otimas aliadas, protegem da incidência do sol e deixam passar a luminosidade. A importância da iluminação natural  nas ultimas décadas é uma questão de consciência e atitude ecológica correta. Com pequenos e simples gestos podemos pagar menos conta de luz economizando de 30% a 40% de luz elétrica. Aqui exemplos em pequenos apartamentos.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Tijolinhos a vista





"Milenar, o tijolo maciço de barro acompanha a história da construção no mundo. No Brasil, aos poucos, esse produto artesanal perdeu pontos para os blocos produzidos em escala industrial, que constroem com maior velocidade. Entretanto, os bons e velhos tijolos ainda atraem uma legião de fãs por seu charme e textura únicos." Aqui um pouco mais sobre os modelos.
Resenha Casa Abril

Sou suspeita para falar de tijolos aparentes, gosto da textura e da aparência rústica que ele ajuda a compor. E não faz o ambiente desleixado como alguns pensam, as imagens acima não deixaram de ser belas por causa do contraste de estilos. É sempre aquela historia, "usar com moderação" mas para os que só querem um "ar" retro, use em apenas uma parede ou em um detalhe.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

De olho no mar

Foto site Mikael Dubois

Como hoje já é praticamente uma sexta feira rss (copa do mundo), pode não parecer mas muitas pessoas não são tão ligadas em  futebol assim, aproveito e deixo essa imagem para inspirar o final de semana de vocês. Esqueçam do friozinho bom que tem feito, imagens falam por si.
Beijo

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Arraiá Bazar Ressurgir

Muitos Expositores com produtos de excelente qualidade e bom gosto. 
Comidas Típicas, artistas animando a festa... e muito mais! 

Minha amiga Fátima trabalha com artesanato vai expor suas caixinhas lindas lá. Vale a pena passar e ajudar no projeto social do Ressurgir.
Acontece no dia 27 de Junho das 12h as 20h no Sheraton Barra Hotel  na Avenida Lúcio Costa 3150 - Barra da Tijuca
Beijo

Prateleiras


Aquele canto que sobra entre pilares sendo usado como apoio na cozinha.


A falta de simetria pode ser interessante para organizar prateleiras e afins.

foto Eu Decoro
Na falta de espaço para um criado mudo maior.

O truque do roda teto é interessante quando complementa. O pé direito dessa sala é baixo, se a prateleira fosse escura e sem iluminação não adiantaria.

Adoro pesquisar na internet e quando pedem para fazer um post especifico fico mais feliz ainda. Foi o que aconteceu hoje a Carla do PPP People fez um comentário pelo twitter e la fui eu procurar. Os posts da semana passada sobre espaços pequenos também foi ideia dela. Carlinha obrigada pela colaboração!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Quarto de menino

Foto blog Ame Arquietura


Foto Arquiteta Deniele Cardoso
 
Acreditem não foi muito fácil achar quartos azuis que eu gostasse. Já não é uma cor mais tão masculina, achei vários para as meninas com misturas e tons em azul. Os dois primeiros são para os mais crescidinhos e que já fazem um "pouco" mais de bagunça. O ultimo foi exposto no Casa Cor RS de 2009 e escolhi em homenagem a Fran, pois hoje nasce o David o bebe mais doce do ano e o quartinho dele é em tom de bege com vários ursinhos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Pinceladas azuis


 Foto Lu Moura

Foto site A Nossa Vida

Começando a semana com tudo em azul da cor do céu e do mar....

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Ampliando espaços 2

Foto Portal Casa e Cia
Aquela ideia do piso sendo continuo e ligando comodos. 
Acima a cozinha se integra a sala.

A boa dica é a cama "embutida" na parede, aproveitando-se o espaço diretamente acima para o uso de uma pequena estante e os criados mudos que  também sobem deixando espaço para o armário, que seria mais perfeito se as portas fossem  de correr.

Foto blog Talma Talma
Aqui um movél que pode ter dupla função, o  uso principal, acomodar duas ou três pessoas sentadas ao mesmo tempo que serve como uma pequena comoda.


O puff, ele não é o mais amado por ai, mas ajuda sendo usado como criado mudo e uma pequena mesa, é só colocar uma bandeja e sua nova função aparece.

Se vocês conhecerem alguma ideia e quiserem compartilhar fiquem a vontade, vou adorar novas dicas.
Otimo final de semana a todos.
Beijo

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Ampliando espaços

As listras horizontais são otima sugestão para ampliar e ajudam nesse processo quando usadas no sentido no qual o ambiente é maior. A possibilidade de usar na parede também faz efeito, usando listras não muito largas e bem no estilo do tapete.

Foto Google
Outro "truque" é o uso dos espelhos e essa é famosa e mais usual forma de fazer  um ambiente maior do que parece. Com cautela e a parede certa não tem como errar; e acaba virando um item na decoração.

Foto Casa abril
Juntando as duas opções

Acredito que a primeira regra é com relação as cores a serem utilizadas e quanto mais claras maior o espaço vai parecer. É recorrente o uso da luz como coadjuvante nesse item, no post anterior falei um pouco de luz natural. São várias dicas, o uso do piso adequado,  pequenos comodos não devem ter pisos de tamanho desproporcional e moveis fora de "escala" para realidade do espaço, mas esses exemplos vão ficar para o próximo post. Aqui exemplos de ambientes com luz natural.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Pequenos Apartamentos


 
 "Veja como o sofá-cama, a mesa de centro e as cadeiras de acrílico não pesam no visual. Um círculo na alvenaria liga o estar à cozinha, fugindo do tradicional passa-pratos."

 
"Antes, elas eram chamadas de cozinhas americanas. Agora, a cozinha americana virou padrão (e paixão) em muitas casas brasileiras" Casa Abril

Quem disse que só porque é pequeno tem que ser mal decorado? Fiquei apaixonada pelo projeto feminino do apartamento da Arquiteta Adriana Balastreire. Usar a imaginação no elemento para dividir o espaço conta muito e é preciso para não deixa-los escuros e entulhados, bom que a maioria das cores usadas sejam claras e ter algum objeto mais chamativo e dar uma bossa pintando uma das paredes com tom diferente que nesse caso é cor de uva e deu o toque ao ambiente. Se quiser ver a planta clique aqui.


Esse de estilo mais para o vintage e rústico é bem diferente do anterior e até um pouco masculino mas pertence a uma mulher. O charmoso apartamento tem vibrações de studio/loft com móveis garimpados em leilões e mercados de pulga pelas ruas de Paris por Louise Jourdan-Gassin com a ajuda de François Girardin.

A iluminação natural ajudou bastante sendo os móveis escuros. A miscelânea vai dos anos 30 até o contemporâneo, que acrescenta o charme. Não existe diferença entre sala e cozinha. Uma sala sem divisão torna tudo devassado e intimo ao mesmo tempo e o cuidado de localizar os móveis é o ponto crucial para que não pareça desarrumado.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Aproveitando espaços

Foto revista Marie Claire Maison

Aproveitar espaços em pequenos apartamentos, quitinetes ou conjugados requer um pouco de maestria, ter que esconder eletrodomésticos não é muito fácil quando se tem uma grande sala sem nenhuma divisória. O exemplo acima é de um conjugado, e a mini cozinha está atrás de um armário, nesse pequeno espaço tem uma pia, um cooktop de uma boca e uma pequena geladeira.

Fonte Abril - via blog Guia da Arquitetura
A área de serviço em pequenos apartamentos sempre dão trabalho e infelizmente por falta de espaço acaba-se usando secadoras. O interessante é esconder isso, usar uma divisória de portas deslizantes ajuda a omitir todo esse maquinário mais o ferro, tanque, prateleiras e afins de limpeza. Claro que essa maquiagem  é mais harmoniosa quando as portas ou painéis são da mesma cor do comodo que a integra, ou simplesmente totalmente diferente para demarcar, vai depender da sua imaginação.

Uma boa dica para os quartos é utilizar camas altas que tenham espaço para cestos ou que venham com gaveteiros, lá dentro pode ter a usual roupa de cama, remédios e até livros.
Beijo

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Loft's


"A idéia nasceu em Nova York, entre artistas e intelectuais com conta bancária magra. Por uma pechincha, alugava-se uma fábrica ou galpão abandonado e, sem erguer uma única parede interna, instalava-se ali um loft, tipo de moradia onde todos os ambientes são ajeitados no mesmo espaço amplo, ornado por pé-direito altíssimo, com fios, canos e tijolos aparentes. Ficou tão charmoso que, com a revitalização de bairros deteriorados, o loft virou jeito de morar chique e moderno para jovens profissionais cheios de dinheiro (e de preferência sem filhos)."
Resenha Veja fev/99

"Os arquitetos brasileiros costumam criticar os lofts lançados no país dizendo que a popularização do gênero fez com que os projetos se distanciassem cada vez mais do conceito original. Muitos dúplex encontrados no mercado, por exemplo, embora não sejam nada amplos, são vendidos como lofts só por causa do pé-direito duplo. Em Nova York, onde o sucesso desse modelo de habitação também fez surgir adaptações, já se fala em "lofts-fake" ou "apartamentos loft-inspired"
Resenha Veja SP
 Foto Alfredo online.

O que um loft de verdade tem:
- Pé-direito de, no mínimo, 3,20 metros
- Ausência de paredes como divisões internas
- Ambientes conjugados preferencialmente em um nível só
- Colunas de sustentação aparentes
- Tijolos e tubulações à vista – elétrica, hidráulica e de ar-condicionado
 Ausência de forro e piso. O chão é de cimento
- Uso de materiais frios, como cerâmica
- Iluminação natural garantida por grandes janelas

Via Veja SP

Não é fácil encontrar um armazém ou galpão para ser transformado em um "verdadeiro" loft e muito mais uma área que possa ser habitável aqui no Rio de Janeiro. A maioria não tem boa localização. A liberdade de viver um lugar sem paredes pode não agradar a todos, mas a sensação de viver em um clima nova yorkino em pleno calorão carioca tem crescido nos últimos anos. Os lançamentos imobiliários (mesmo que timidamente) iniciaram a trabalhar esse tipo de empreendimento, mas na verdade usam mais o apelo do duplex ou do apartamento que tem o pé direto duplo e com isso surge um mezanino. Acredito que é valido na falta de um "original" para essa transformação. Os Loft's podem ser pequenos ou majestosos, tudo vai depender do espaço ou de quantas paredes pode-se derrubar, e é muito comum transformar apartamentos em loft's.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Art Deco

Coroa de aço inoxidável que brilha soberana no céu de Manhattan, 
é um dos prédios mais belos e famosos de Nova York

"O termo art déco, de origem francesa (abreviação de arts décoratifs), refere-se a um estilo decorativo que se afirma nas artes plásticas, artes aplicadas (design, mobiliário, decoração etc.) e arquitetura no entreguerras europeu. O marco em que o "estilo anos 20" passa a ser pensado e nomeado é a Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas, realizada em Paris em 1925. O art déco liga-se na origem ao art nouveau. Derivado da tradição de arte aplicada que remete à Inglaterra e ao Arts and Crafts Movement, o art nouveau explora as linhas sinuosas e assimétricas tendo como motivos fundamentais as formas vegetais e os ornamentos florais. O padrão decorativo art déco segue outra direção: predominam as linhas retas ou circulares estilizadas, as formas geométricas e o design abstrato. Entre os motivos mais explorados estão os animais e as formas femininas. Nesse sentido, é possível afirmar que o estilo "clean e puro" art déco dirige-se ao moderno e às vanguardas do começo do século XX, beneficiando-se de suas contribuições. O cubismo, a abstração geométrica, o construtivismo e o futurismo deixam suas marcas na variada produção inscrita sob o "estilo 1925". O vocabulário moderno e modernista combina-se nos objetos e construções art déco com contribuições das artes hindu, asteca, egípcia e oriental, com inspiração no balé russo de Diaguilev, no Esprit Nouveau de Le Courbusier (1887 - 1965) e com a reafirmação do "bom gosto" estabelecido pela Companhia de Arte Francesa (1918)."

Foto site Eu decoro

 Foto Luis Gomes retirada Casa
Cristo Redentor -  foto blog Sembilan

A descrição do Itau Cultural é muito boa e esclarecedora, ja tinha falado sobre Art Noveau, o Art Déco também foi um movimento internacional de design que influenciou  a arquitetura, pintura, arte, moda, cinema. entre outros. Os principais acervos Art Déco no Brasil concentram-se em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia. A primeira foto é o edifício Chrysler, famoso e pode ser visto em vários filmes como  em Sintonia de Amor (Sleepless in Seattle - 1993). As imagens mostrando o guarda corpo(mureta/corrimão) e a poltrona são a influência na arquitetura e design de moveis. O Cristo redentor é a maior estátua no estilo do mundo.  A moda está mais do que influenciada  pelo estilo nas ultimas temporadas. O Art Déco foi um movimento meramente decorativo e foi visto como um estilo elegante, funcional e ultra moderno. Como tenho certa paixão por arte não seria diferente com a Déco, a desconstrução da forma é interessante e atual. Leia mais sobre, aquiaqui e aqui.  Em 2011 o Rio de Janeiro realizará o congresso Mundial de Art Déco no mês de Julho.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Quartos Iluminados

Foto site Decor Pad


Foto site Google

 Foto site Paris Paris

Iluminação natural não tem preço, rara nos projetos de apartamentos hoje em dia.  A energia do sol faz parecer que os tons do quarto vibram. Trás uma beleza ao comodo que nenhuma luz artificial conseguiria. Os lencois e edredons parecem estar "vivos" e o quarto fica com aquela atmosfera fresca de final da tarde.
Beijo